back to top

O Gabinete

1999

 

Duas salas, uma sobre a outra, uma clara e outra mais escura. As paredes feitas de ripas da antiga oficina de barcos meio destruída deixavam passar a luz do sol que atravessava as janelas à tarde. Instalei filtros acrílicos de onze cores em todas as frestas, janelas e portas vazadas desta pequena área, no canto de um grande galpão de madeira, um dos espaços da 2a Bienal do Mercosul. Como as janelas eram voltadas para oeste, a luz do sol se movia no espaço ao longo da tarde, até mudar de cor no fim do dia e, finalmente, desaparecer. A passagem do tempo era descrita no espaço pelas sombras-cor projetadas, ora distorcidas no piso, ora adensadas pelo efeito de várias camadas de filtros, quando o sol se punha e uma luz horizontal atravessava a sala.

1999

Like